Sou apaixonado pelo interior. Mais que capitais, as cidadezinhas me encantam e me dão a sensação de maior proximidade com a cultura dos locais que visito. Pensando nisso, procurei, durante o planejamento da viagem, por lugares que me proporcionassem essa experiência. San Gil e Barichara estão a aproximadamente sete horas de ônibus de Bogotá. Se preferir, você pode pegar um voo até Bucaramanga e de lá pegar um ônibus para percorrer a distância de quase 100km.

A galera amante da natureza vai a San Gil em busca de esporte de aventura. Na região tem rafting, rapel, escalada, trekking e bungee jump. Nós fizemos um passeio com empresa Exploradores Colombia que teve tirolesa, trekking e rapel. Ele durou por volta de 3 horas e custou 85000 COP. O lugar era fenomenal. Eu cheguei a cogitar o raffiting, mas na hora de decidir, a funcionária me mostrou um vídeo da época da cheia achando que eu ia amar. Foi bizarro, o barquinho pulava igual a uma bola de tênis. As pessoas estavam aterrorizadas. Segundo a vendedora, o caiaque que acompanhava o bote pegava aqueles que caíam. Porém, no vídeo, o caiaque não conseguia alcançar o bote e turista que caiu foi salvo pelos outros que cometeram o mesmo erro de entrar no barquinho. Pareceu uma cena de salvamento dos bombeiros. Achei melhor evitar.

Fora isso, eu não vi muita graça na cidade de San Gil em si. Barichara, no entanto, ficou na memória como uma das cidadezinhas mais gostosas que já visitei. Ela está a 40 min de San Gil e lá o tempo corre devagar. As casinhas brancas, de portas e janelas de cor forte contrastam com o verde das montanhas exuberantes que cercam o local. As pessoas andam devagar, sorriem, se cumprimentam. Enfim, agem como humanos. Uma brasileira que conheci na Colômbia me contou que lá é uma cidade em que as pessoas vão morar quando se aposentam. Isso deve explicar a quantidade de senhores e senhoras que vimos pelas ruas. Chegamos num domingo de manhã e tivemos tempo de ver a população local saindo da missa. As senhoras todas com vestidos lindos e os senhores de calça e camisa social se reuniram para expressar sua fé daquele jeito que só vemos no interior mesmo.

Uma das atrações da cidade é o Camino Real. Ele é um percurso lindo em meio a natureza que te leva até Guane em mais ou menos duas horas. O caminho começa bem alto em Barichara e termina um pouco mais baixo, na cidade de Guane. Para voltar, você pode pegar uma van para evitar a subida. No início, principalmente, a paisagem é de tirar o fôlego. No mais, ande pela cidade, tome um café comendo um bolo de milho ou mandioca, veja a igreja, vá ao cemitério, à praça e ao parque de artes. Respire devagar, ande com calma…

DICAS

  • Se for fazer rafting, pergunte como está o rio. Se estiver na época de cheia, pense duas, três, quatro vezes. Lembre-se que tem equipamentos de segurança mas eles te fazem assinar um papel dizendo que você reconhece que está arriscando sua vida. E outra, verifique se seu seguro de viagem cobre esportes radicais.
  • Se possível, procure uma pousada com vista para as montanhas em Barichara. É encantador acordar com essa paisagem.
  • O ônibus entre San Gil e Barichara custa 4600 e o táxi 35000 COP.