Até que você possa confortavelmente sentar a bunda em um assento de avião de classe econômica e ter aquela sensação de que suas férias estão finalmente começando, existe um longo caminho de preparação e muitas coisas para resolver. Nos momentos finais, é inevitável aquela sensação de que podemos ter esquecido de alguma coisa. Aqui tem uma listinha para te ajudar a se orientar e relaxar antes da sua viagem. Atenção, alguns itens, como passaporte e vistos, devem ser checados com muita antecedência:

– Olhar a temperatura das cidades que vai visitar e fazer a mala de acordo com ela.

– Verificar se o passaporte está na data de validade com a máxima antecedência possível. Caso você vá para algum destino em que a carteira de identidade seja aceita, ela deve estar em ótimo estado e não pode ter sido tirada há mais que dez anos.

– Ver se o destino exige a vacina para a febre amarela. Em caso afirmativo, você precisará de tomar a vacina e levar o certificado do posto de saúde para um posto da Anvisa, onde eles te darão o certificado internacional. DETALHE importantíssimo: a vacina deve ser tomada pelo menos 10 dias antes de você chegar ao seu destino.

– Ver se o destino que você pretende visitar exige visto e tomar as providências necessárias com máxima antecedência possível.

– Fazer uma estimativa de gastos diários e comprar moeda estrangeira. Nesse caso, é importante pesquisar qual é a melhor moeda para se trocar no país que você vai visitar. Muitas vezes, não vale a pena comprar a moeda que você vai usar no Brasil, sendo melhor você levar dólares e trocar lá mesmo. Exemplo: você vai para a colômbia e encontrou uma casa de câmbio em sua cidade que vende pesos, mas a cotação é péssima. Melhor então comprar dólares e trocar lá. Outro fator é pensar sobre o risco de levar todo o dinheiro de que vai precisar em espécie. Pense em gastar um pouco no cartão ou sacar dinheiro direto de sua conta em um caixa no exterior. Você acaba pagando mais, mas diminui o risco de perder toda a grana em caso de roubo.

– Faça um seguro viagem. Faça um seguro viagem. FAÇA mesmo! Não deixe de fazer. Sei de muitos casos em que ele salvou viajantes de situações gravíssimas. Eu geralmente uso o do cartão de crédito. Se você comprar a passagem com um cartão platinum, black ou infinity, você deve ligar antes da viagem e consultar o procedimento para a emissão do seguro. Se não for o seu caso, eu recomendo o vivamos.com.br, que costuma ter preços amigáveis e é a empresa brasileira do grupo wolrdnomads.com, que é referência na área.

– Faça uma listinha de itens que você tem que colocar na mala no computador e use sempre que for viajar. Coloque tudo aquilo de que você precisa e no final você não se esquecerá de nada!

– Libere seu cartão de crédito e débito para uso no exterior. Geralmente você pode fazer isso no próprio site do banco.

– Pesquise quais são as atrações mais concorridas que você quer visitar e veja se é possível/preciso reservar/comprar com antecedência. A Torre Eiffel (Paris), Machu Picchu (Peru), A Casa Azul (Cidade do México), Cadeia de Kilmainham (Dublin), Ilha Robben (Cidade do Cabo) são exemplos de lugares onde é possível fazer isso. No caso da última, eu nem consegui visitar, porque os ingressos do mês inteiro já estavam esgotados.

– Veja se sua câmera está funcionando e descarregue-a. Pense também em uma forma de fazer backup das fotos durante a viagem. Isso me salvou durante minha viagem ao sudeste asiático em que minha câmera sumiu, mas felizmente eu tinha backup!

– Faça playlist, compre um livro, baixe filmes ou seriados para ver no avião. Algumas empresas são tão fuleiras que não têm um sistema de entretenimento decente. Pode acontecer também de somente o seu estar quebrado, como aconteceu comido em um voo de 12 horas para a China, na Swiss (o bom foi que eles me deram quilos de chocolate para me fazer feliz). O app da Netflix, no celular ou tablet, te dá a opção de baixar filmes ou episódios para assistir offline.

– Leve um lanchinho para o avião e aeroporto e chicletes ou escova de dentes para o seu bafo de dragão.

– Pense, antes de chegar ao seu destino, em como sairá do aeroporto para o hotel. Uma vez, na China, fiquei uma hora no aeroporto tentando conseguir conexão com a internet ou alguém que falasse inglês e soubesse em que buraco meu hotel estava escondido.

– Tranque sua mala com um cadeado de forma que ele passe dentro do buraquinho do zíper e também na alça da mala. Se você não fizer isso, é possível abrir sua mala com uma caneta e depois fecha-la como se nada tivesse acontecido. O vídeo explica melhor.

https://www.youtube.com/watch?v=2DJJeZT3rGI

Agora se jogue na sua viagem!